Arquivo da categoria: Notícias da Campanha

Aqui você acha as notícias enviadas e produzidas pela Campanha sobre e para a SAM 2011.

Instituto Fraternidade Cristã participa da SAM

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Instituto Fraternidade Cristã, em Governador Valadares (MG), participou da Semana de Ação Mundial 2011, com palestra, contação de histórias e atividades recreativas para professores, adolescentes e crianças de 6 a 12 anos. No total, participaram 366 pessoas.

Anúncios

Organização Projeto de Apoio Familiar em Itapiuna realiza cinco atividades da Semana

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Organização Projeto de Apoio Familiar, em Itapiuna, no Ceará, realizou cinco atividades como participação da Semana de Ação Mundial 2011:

– No dia 02/05, houve a concentração para explicação da SAM, com a abertura das atividades na sede da entidade. Participaram alunos das escolas locais, professores,  PET,  CCCA.

– No dia 03/05 e no dia 04/05, foram realizadas oficinas educativas com grupo de esporte, com o tema “valores humanos”, no CCCA. Participaram 40 e 25 adolescentes, respectivamente.

– No dia 05/05, ocorreu uma palestra para alunos do ensino fundamental, na Escola E. F. César Calls.

– No dia 06/05, foi exibido o documentário “PETECA- Programa de educação contra a exploração do trabalho da criança e do adolescente” para 25 crianças e adolescentes.

Comunidade rural também se mobiliza na Semana

Em Berilo (MG), a Equipe ARAI fez três eventos para debate dos temas da SAM:

18/04 – Oficina  com portadores de Necessidades Especiais na comunidade rural Santo Isidoro, com a presença de educadores sociais, animadores e membros da comunidade, contando com 27 participantes.

25/04 –  Oficina  com portadores de Necessidades Especiais na comunidade rural Vai Lavando, com a presença de educadores sociais, animadores e membros da comunidade, contando com 30 participantes.

12/05 – Mobilização na Escola Estadual de Porto, com a presença de educadores sociais, professores e diretores contando com 91 participantes.

13/05 – Mobilização na Escola Estadual de Santo Isidoro, com a presença de educadores sociais, professores e diretores contando com 193 participantes.

“Pro dia nascer feliz” e “Sítio do picapau amarelo” mostram um pouco da educação no Brasil

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Associação das Famílias do Pecem – 1779, em São Gonçalo do Amarante (CE), exibiu os filmes “Pro dia nascer feliz” e “Sítio do picapau amarelo” para mais de 100 adolescentes e crianças. A atividade, com colagens de revistas, desenhos, pinturas livres em cartazes e perguntas e respostas, mostrou pontos positivos e negativos da educação no Brasil, trabalhando os temas da SAM.

União Popular pela Vida mobiliza comunidade por uma infância sem racismo

Em Missão Velha, no Ceará, a UPPV (União Popular pela Vida) realizou uma mobilização da comunidade por uma infância sem racismo, como participação na SAM 2011. Foram feitas oficinas em grupos de 15 a 20 pessoas, para debates sobre o tema. Houve também uma palestra e reflexões através da história “A bonequinha negra”. Também foi visto o filme “Kiriku” e foi feita uma roda de conversa sobre Gênero, Etnia e Raça, com a produção de um livro coletivo sobre a obra. Participaram no total 126 pessoas.

Kiriku et la sorcière
No Filme, Kiriku é um menino que já falava quando ainda estava na barriga da mãe. Na verdade, foi ele quem escolheu seu próprio nome logo que nasceu. Ele está destinado a libertar uma vila africana de uma feiticeira chamada Karaba, que secou as fontes de água e seqüestra os homens do local. Kiriku vai até o sábio da montanha, conhecedor do segredo de Karaba, e em seguida parte para enfrentar a feiticeira.

Essa história faz parte do folclore africano e fala da determinação na luta pela liberdade. Kiriku nasce para ser livre, tanto que quando ainda está na barriga da mãe ele diz: “Mãe, dê a luz a mim!” Segundo o diretor e roteirista, Michel Ocelto, foi também um grande oportunidade para mostrar o povo africano e alguns de seus valores. O roteiro foge do óbvio, ao contrário do que acontece em outras produções do gênero. E conta ainda com boa trilha sonora e personagens cativantes.

A UPPV também realizou, através do Ponto de Leitura Biblioteca Caminhante,  o “Dia D da leitura”, com a mobilização de crianças e adolescentes em prol da leitura.  Eles assistiram a vídeos sobre a temática e tiveram momentos de contatos com livros, revistas e outros materiais educativos. Além disso, houve uma apresentação da peça “O Rapto da leitura”, encenada pelos adolescentes da entidade. As escolas de ensino undamental Juvenal Rodrigues Brandão, Joaquim Gonçalves Ribeiro e Jean Piaget participaram do evento.